Chegou...

Finalmente, ontem chegou a coisa mais bela mais linda que eu tenho, o Red... tou com algumas dores, mas suportaveis... já passei por dores bem piores...

Agora, é ver se sai tudo normalizado e pronto partimos pra outra etapa. A do estudo...

Já tenho consulta marcada pra nova GO, pra dia 28 de Setembro... férias e como dia 28 de Julho vou ao HSFX buscar a analise que fizeram com a curretagem, espero que esteja tudo bem.

3 comentários:

Joana 16 de julho de 2009 às 18:47  

Há de estar tudo bem!!! =)

grrr.. tou com uma raiva da gaijinha... se a 'encontrar' eu digo te pra gente descarregar o stress nela.. lolol..

bjocas

Morgana 22 de julho de 2009 às 02:44  

Olá :)

Li o teu blog de ponta a ponta e lamento muito o que sucedeu convosco. Sei que não há nada que possa dizer que vá melhorar a tua dor, mas gostava de te contar uma história que talvez te dê um bocadinho de alento ou esperança...

Supostamente eu não podia ter filhos. Tenho vários problemas ginecológicos e fui confrontada aos 16 anos com a notícia de que nunca seria mãe pelas ditas vias naturais. O tempo passou e muito a custo lá me fui adaptando à ideia...

Bastante tempo depois conheci o meu namorado, que infelizmente devido a um tratamento de quimioterapia supostamente também não podia ter filhos; a probabilidade de ter ficado infértil era altíssima. Realizámos um espermograma que confirmou o pior (ou quase). Não era infértil mas os níveis eram muito baixos e pelas palavras da médica dele "não era impossível porque os milagres acontecem mas seria muitoooooooooo difícil engravidar pelas vias naturais".

A probabilidade de duas pessoas com problemas em conceberem uma criança se encontrarem do nada e se apaixonarem, e pela primeira vez na vida quererem mesmooooooo um filho biológico apesar de todos estes "quês" também era quase nula...

Eu estava a tomar a pílula para me regular o perído. O meu namorado era quase infértil. Eu idem. Eu tive uma crise de vesícula, vomitei, a pílula perdeu o efeito... engravidei. Assim, à primeira, sem contar, um autêntico milagre. Quantos casais saudáveis precisam de meses, alguns anos e nós com tudo isto... estamos grávidos de um milagre.

És a primeira pessoa que não conheço pessoalmente a quem conto isto. Desculpa se te magoar ou se não for a melhor altura, mas partilhei a nossa história contigo para que nos momentos em que vocês estiverem mais em baixo ou vos apetecer desistir... lembrem-se de nós, por favor! Os milagres acontecem, às vezes nem precisam de ser milagres, só coisas boas. E tenho a certeza que a vossa coisa boa, o vosso pequeno milagre, também virá em breve. E tenho a certeza que o vosso rebento ficará completamente orgulhoso do blog que vocês criaram e do quanto foi desejado pelos pais. Vocês vão conseguir, não tenho dúvidas.

Muita força e um abraço muito forte para vocês**

Susana 23 de julho de 2009 às 16:33  

Olá Morgana, estive a ver se tinhas blog, ou para poder responder-te.

Obrigada pelas tuas palavras...

bjs